Publicado por: geama | 29/07/2011

Nos Passos de Eurípedes VIII

Em 1897 chegou na cidade de Sacramento (ficando lá por breve período) a Sra. Joaquina Gomes, irmã do compositor Antônio Carlos Gomes, acompanhada de seus filhos Ormênio, rapaz educado e ligado a estudos sérios, e Vera, bela moça dotada de encantadora voz. A família se hospedou no Colégio Nossa Senhora do Patrocínio, primeiro internato para meninas na cidade, coordenado por uma alma de elevadíssima visão pedagógica: a Profa. Ana Borges.

Duas vezes por semana, no internato, a diretora Ana Borges organizava saraus litero-musicais, onde ela mesma executava belas composições ao piano e Vera, irmã de Ormênio, cantava com sua voz abençoada. Eurípedes, com 17 anos, não perdia nenhum desses saraus, dos quais participava declamando versos belíssimos com muito entusiasmo. Foi através desses saraus que Eurípedes teve contato com Dona Joaquina Gomes e seus filhos e parecia que Ormênio e Eurípedes tinham algum interesse em comum.

Ormênio era um grande estudioso da homeopatia e possuía alguns livros sobre o assunto. Eurípedes, demonstrando interesse pelo assunto, teve a permissão do colega para estudar melhor através dos valorosos livros. Como sempre, Eurípedes levou o estudo a sério e dedicava impressionante atenção às leituras que fazia sobre a terapêutica homeopática. Obviamente, ele possuia um objetivo com isso: achar a cura para sua mãe. Após estudar o necessário através dos livros de Ormênio, Eurípedes despertou para a primeira manifestação de Amor que o seguiria pelo resto da vida: juntando os próprios recursos financeiros, criou uma pequena farmácia homeopática para atender aos moradores da periferia de Sacramento. Mais tarde veio a atender as famílias mais ricas.

Todos os dias, pela manhã, Eurípedes saía visitando os pobres nas localidades mais afastadas do centro da cidade, sempre com muito carinho e dedicação. Mesmo ajudando seu pai na casa comercial e mantendo suas leituras queridas em dia, Eurípedes achava tempo para visitas assistenciais. Pouco a pouco foi se tornando qual Providência dos sofredores, angariando a confiança das famílias sacramentanas, que entregavam seus filhos aos cuidados do rapaz amoroso, que já demonstrava serena compreensão pelas fraquezas humanas.

[escrito com base no livro EURÍPEDES: O HOMEM E A MISSÃO de Corina Novelino, ex-aluna de Eurípedes]


Responses

  1. Muito legal, estava com saudade desse post.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: