Publicado por: geama | 22/07/2011

A arte da ciência e a ciência da arte.

Os estudos artísticos de Galileo Galilei fizeram com que, ao olhar a lua com o telescópio, a descrevesse como tendo crateras e montanhas, e não como sendo constituída apenas por manchas, como fez o astrônomo britânico Thomas Harriot, quase no mesmo ano que seu colega italiano.

Esse e outros exemplos mostram que a Ciência e a Arte sempre estiveram lado a lado, tornando-se, muitas vezes, impossível distinguir uma da outra. Conceitos como espaço, tempo, massa e energia, entre outros, são aplicados pelo artista na hora de criar, assim como alguns cientistas fazem uso da inspiração e da liberdade poética para compreender aquilo que uma fórmula matemática oculta ainda não explicou.

Pintores impressionistas trabalharam o tempo e o espaço em suas obras, como Paul Cézanne e Claude Monet. Cubistas como Pablo Picasso e George Braque fizeram da geometria a linguagem da nova arte. Para o advento da fotografia e do cinema foi preciso dominar a luz e seus efeitos sobre certos materiais. Na literatura, podemos ver o paraíso de Dante Alighieri, na obra a Divina Comédia, formado por nove céus concêntricos girando em torno à Terra imóvel, seguindo de perto uma descrição de Ptolomeu. Temos ainda a música, que é matemática pura!

Considerando a riqueza e abrangência do assunto, não poderemos esclarecê-lo em um simples post. Fica a sugestão para que o leitor comece a perceber a influência da ciência na arte (e vice-versa), pesquise, comente e fomente debates.

Abaixo, um trecho da música Quanta, de Gilberto Gil, e dois vídeos bem interessantes sobre o que acontece com a matéria nos instrumentos musicais para que o som possa ser produzido e propagado.

Sei que a arte é irmã da ciência

Ambas filhas de um Deus fugaz  

que faz num momento e no mesmo momento desfaz.

Ricardo Hautequestt

Equipe do Blog

Fontes:

REIS, José Claudio; GUERRA, Andreia; BRAGA, Marco.  Física e Arte: a construção do mundo com tintas, palavras e equações. Artigo para a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

ZANETIC, João.  Física e arte: uma ponte entre duas culturas. Artigo para o  Instituto de Física da Universidade de São Paulo.


Responses

  1. O Primeiro vídeo me fez lembra o desenho do Pato Donald e o Mundo da Matemática. Na parte em que a musica é matemática pura. E como Física também é matemática, ou seja, tudo se liga. Esse post me fez pensa em como ainda somos presos em certos paradigmas e achamos a arte é uma coisa e a ciência é outra, quanto no final tudo se torna numa coisa só.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: