Publicado por: geama | 12/02/2010

Chegou a COMEERJ!

Olá queridos visitantes do blog! Hoje, sexta-feira, é véspera de COMEERJ!!! O evento muito esperado pela juventude espírita começa amanhã!!

Para quem ainda não sabe o que é a COMEERJ ou para quem quer ter uma idéia melhor a respeito do assunto, colocamos hoje um texto da Lucia Moysés, Coordenadora do Serviço de Evangelização da Família do CEERJ (Conselho Espírita do Estado do Rio de Janeiro).

Equipe do Blog

Confraternização de Mocidades Espíritas do Estado do Rio de Janeiro

COMEERJ: o projeto que muda vidas

Espetáculo bonito de se ver é a chegada dos jovens à COMEERJ – Confraternização de Mocidades Espíritas do Estado do Rio de Janeiro. Vêm carregados. Mochilas, colchonetes, travesseiros, canequinhas e muito mais, para os quatro dias em que passarão juntos, aprendendo um pouco mais da Doutrina Espírita e praticando a lei do amor.

O encontro, que já está na sua 31ª edição, de há muito é apenas “a COMEERJ”. A confraternização, significado da primeira letra da sigla, deixou de ser falada para ser vivida. É com ansiedade que os rapazes, moças e crianças aguardam o seu início. É o momento de rever amigos e de fazer novas amizades, de expectativas pelo o que virá e de certezas quanto ao seu futuro caminhar pela abençoada Doutrina Espírita.
Para os coordenadores dos pólos, há a importância dos estudos. É com esmero que preparam as atividades que serão desenvolvidas ao longo daqueles quatro dias. Planos são feitos com muita antecedência; cada equipe se prepara para fazer o melhor. Todos vibram porque estão conscientes de que trabalham na seara do Mestre Jesus.

É impossível estar nos locais onde a COMEERJ se desenrola sem perceber a elevada ambiência espiritual. Sabemos que o trabalho daqui é uma continuidade do trabalho do mais além. Jovens são trazidos para os estudos, mentores supervisionam os trabalhos e assistem a todos com o seu amparo. À semelhança do Atendimento Fraterno terreno, há também o espiritual, destinado a ajudar espíritos ainda desajustados e sofridos. Por esses dois grandes campos de trabalho a COMEERJ já valeria a pena ser a melhor opção do jovem durante o carnaval.

Há, ainda, outro ponto que destacamos: o sentimento de pertencimento que surge quando um jovem se vê refletido nos outros jovens que ali estão. Muitas vezes, a ida para a Casa Espírita no dia da evangelização pode parecer ao jovem espírita um ato isolado. Comparando-se com os seus colegas que não compartilham a mesma religião, talvez ele se sinta um tanto deslocado. Os programas de final de semana, a que tantos aderem e ele não, podem lhe dar a ilusão de que está perdendo algo, de que é diferente dos demais. Então, ao chegar à COMEERJ, ele percebe que não está sozinho.  Além das centenas de jovens que ali estão, ele sabe que há milhares compartilhando experiências semelhantes em todo o estado. Nessa hora, surge forte o sentimento de que pertence à grande equipe de confraternistas que têm o privilégio de vivenciar um encontro preparado pelos dois lados da vida. Percebe e sente. Assim, cresce nele a certeza de que elos invisíveis o unem a tantos outros no decorrer do ano, quando vai até ao Centro Espírita para o encontro da evangelização. Já não se sente diferente, mas sim, igual a tantos outros com os quais troca telefones e e-mails, agenda encontros e traça planos para o decorrer do ano.

Por tudo isso, não há como se entusiasmar quando se vê chegar mais um encontro de COMEERJ.
Que Deus derrame sobre todos que dele participam, em cada pólo, suas bênçãos de amor e luz.

Lucia Moysés

Texto retirado do site do CEERJ: http://www.ceerj.org.br/ceerj/index.php


Responses

  1. Agradeço, aos mentores de tão bela iniciativa.Há alguns anos minha filha participa desses encontros com muita alegria, trazendo p/ casa a vibração fraterna aí recebida.Quero deixar um pedido aos coordenadores desse evento, o qual creio, de relevância aos jovens de todas as idades. O término das atividades da comeerj, deve terminar mais cedo, visto que muitos moram longe e tem que pegar estrada a noite.O que p/ os pais tras muita preocupação, visto que eles, não querem perder o momento final com as despedidas dos amigos.Estero contar com a compreenção de voces.Muito obrigada.

    • Olá, Corali.

      Esse comentário que você deixou é mesmo pertinente, mas nós do GEAMA não temos muito conhecimento de como funcionam os pólos de COMEERJ aqui no Rio Capital. Nós frequentamos o pólo III – Nazaré no Sul-Fluminense (Volta Redonda e adjacências) e nós sempre dormimos TODOS de terça para quarta e só saímos do CIEP na quarta pela manhã.

      Eu vou enviar pessoalmente o seu pedido a um dos coordenadores do CEERJ da área de Educação e Juventude, para que eles avaliem isso e entrem em contato com os coordenadores dos pólos do Rio, se for o caso.

      Agradeço pelo seu contato e peço também que sua filha possa nos enviar algumas fotos ou mesmo um depoimento do que achou da COMEERJ esse ano, inclusive, dizendo qual o pólo que ela frequenta. Seria muito legal poder postar aqui no Blog esse texto e as fotos.

      Abraços. Fique com Deus.

      André Luís
      Equipe do Blog


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: